Membros do Colegiado de Direção do CBC comentam o balanço geral dos Jogos Olímpicos de Tóquio e a importância dos Clubes formadores para a obtenção dos resultados dos atletas brasileiros

A participação da delegação brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 trouxe o melhor resultado em Olimpíadas de todos os tempos. O País conquistou 21 medalhas, sendo 7 ouros, 6 pratas e 8 bronzes, e delas, 15 foram de atletas pertencentes aos Clubes, o que representa 72% do total de medalhas. Neste cenário, fica clara a relevância dos Clubes formadores.

O Colegiado de Direção do CBC, que é composto pelo presidente Cézar Roberto Granieri “Betinho”, e demais membros Ali Tarbine e Humberto Panzetti, além de André Heller, Emanuel Rego e Lars Grael, comemoraram os resultados obtidos pelos Clubes formadores e a contribuição do segmento clubístico para o desenvolvimento do esporte brasileiro.

Após as entrevistas com Lars, Emanuel e André, publicadas na semana passada, o presidente Cézar Roberto Granieri “Betinho”, e os membros Ali Tarbine e Humberto Panzetti também concederam com exclusividade as entrevistas sobre os resultados do balanço geral dos Jogos Olímpicos de Tóquio divulgado pelo CBC, e destacaram a importância dos Clubes formadores para a conquista das medalhas dos atletas brasileiros.

Confira as declarações dadas com exclusividade ao CBC: 

 

Cézar Roberto Granieri “Betinho”
Cézar Roberto Granieri “Betinho”

Cézar Roberto Granieri “Betinho”, foi presidente do Esporte Clube Pinheiros-SP entre os anos de 1997 e 2001. É membro do Conselho Municipal de Esportes de São Paulo e do Comitê Estadual de Esportes do Estado de São Paulo. Foi presidente do Sindicato dos Clubes do Estado de São Paulo.  Atualmente, coordena os trabalhos do Colegiado de Direção do CBC.

“É com muito prazer que falo hoje sobre os resultados dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Os Jogos foram um grande sucesso para os Clubes, que historicamente vêm aperfeiçoando sua atuação, e tivemos um resultado ainda melhor do que o de 2016, no Rio de Janeiro. Ficamos muito contentes com a delegação brasileira, principalmente ao perceber que mais de 70% do resultado olímpico do Brasil foi proveniente dos Clubes. O caminho e ajuda que o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) e a Federação Nacional de Clubes (FENACLUBES) têm dado aos Clubes são grandes responsáveis por esse bom desempenho.

Tenho certeza de que nos Jogos Olímpicos de Paris o Brasil terá uma participação ainda mais expressiva, e estamos lutando por esse sucesso. Aproveito essa oportunidade para também cumprimentar todos os dirigentes e membros do CBC e da FENACLUBES pelo excelente trabalho, e que continuemos nessa luta para que o Brasil se torne uma potência olímpica”.

 

Ali Tarbine
Ali Tarbine

Ali Tarbine, que compõe o Colegiado de Direção desde 2021, tem larga experiência no Setor Clubístico, onde atuou como presidente do Três Marias Clube de Campo-PR por duas gestões e na fundação e na presidência do Rotary Club São Braz-PR. Atualmente é o presidente, em segunda gestão, do Sindicato dos Clubes Esportivos, de Cultura Física e Hípicos do Estado do Paraná (SINDICLUBES-PR). Por sua atuação, foi agraciado com o título de Cidadão Honorário de Curitiba-PR.

“Quero parabenizar o Comitê Brasileiro de Clubes pelos excelentes resultados obtidos nos Jogos Olímpicos de Tóquio e pela força dada aos Clubes por meio do Programa de Formação de Atletas e a descentralização de recursos para os projetos.

O CBC, com o seu trabalho, viabiliza uma transformação em escala inédita no desenvolvimento do esporte em todo o País. Os resultados já obtidos comprovam a eficiência do modelo de apoio aos Clubes – importantes e, historicamente, principais atores na matriz brasileira de formação de atletas.

A parceria entre o CBC e os Clubes é, na verdade, uma grande parceria com o País como um todo, e de promoção da acessibilidade e de oportunidades. O resultado do que foi realizado, da atuação neste momento em que já estamos no Ciclo Olímpico rumo a Paris, e o que virá depois, representará uma das maiores heranças desta geração de brasileiros para as que virão.

Parabéns Comitê Brasileiro de Clubes, parabéns a todos os Clubes que formaram os atletas medalhistas! Parabéns, Atletas! Vocês defenderam os nossos clubes e nosso País”.

 

Humberto Panzetti
Humberto Panzetti

Humberto Panzetti compõe o Colegiado de Direção do CBC desde 2013, é graduado em Educação Física e em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, e especialista em motricidade humana e treinamento de peso. É presidente da Associação Brasileira das Secretarias Municipais de Esporte e Lazer e consultor em políticas públicas de esporte e lazer.

“Falar sobre o trabalho do CBC é falar até sobre minha carreira em gestão pública dentro do esporte, porque eu sempre estive ao lado, assistindo de perto todos os grandes enfrentamentos, desafios e vitórias desse segmento que hoje tem uma das políticas públicas mais sérias do mundo em questão de Clubes formadores. Eu me sinto honrado em fazer parte do Colegiado de Direção do CBC, ao lado de pessoas de grande conhecimento administrativo, técnico e logístico, como é esse grupo.

Em um país como o nosso, com dimensões continentais, os desafios sempre aparecem, e essa política pública voltada para o Clube formador e para a formação do atleta olímpico vem se mostrando cada vez mais importante, e há uma necessidade ainda maior de atuar diretamente nisso. O Brasil apresentou nos últimos Jogos excelentes resultados, a melhor participação da história, e se mostrou efetivamente multiesportivo. O país deixou o conceito de monoesporte para trás, e hoje é representado em grande parte das modalidades olímpicas, e o sucesso vem muito graças ao trabalho do CBC. Esse apoio direto, com a execução dos Campeonatos Brasileiros Interclubes® – CBI e dos Editais, em termos de fomento e de financiamento, tem gerado frutos e demonstra estar no caminho certo.

A maior prova da capacidade do CBC foi durante a pandemia, que tomou o mundo e pôs em risco grandes trabalhos, mas o Comitê conseguiu passar por isso, mantendo suas atividades, e buscou outras formas de aperfeiçoar o segmento e o trabalho dos Clubes e atletas olímpicos em processo de formação. Eu só tenho a agradecer à direção, em poder fazer parte desse seleto grupo de grandes atletas olímpicos, grandes gestores e administradores. Eu afirmo, por vivenciar o esporte em vários setores, principalmente na gestão pública, que sem dúvidas hoje o Brasil por meio do CBC tem umas das maiores políticas públicas para formação de atletas olímpicos do mundo”.

Últimas Notícias

Dia do Tenista

Em homenagem ao Dia do Tenista, vamos celebrar o estilo e a resiliência! Seja nas quadras profissionais ou nos jogos amadores, encontramos a paixão por

Leia mais »

Parceiros

Entidades