Sociedade Thalia adere ao desafio das 100 Mil Árvores

Neste sábado (14/3), o prefeito Rafael Greca esteve na Sociedade Thalia, sede Tarumã, para o plantio de três mudas de pitanga, no bosque do clube, que já conta com outras 200 árvores. Com a ação, o clube passa a fazer parte do desafio 100 Mil Árvores para Curitiba, lançado pela Prefeitura de Curitiba e que prevê o plantio de 100 mil novas mudas até a próxima primavera.

As mudas foram plantadas pelo prefeito, com a ajuda de escoteiros do Grupo de Escoteiros do Ar Thalia.

“É importante que os curitibinhas da nossa cidade saibam da importância da preservação das nossas árvores, vamos ajudar a reflorestar este trecho das margens do rio Tarumã”, disse Greca.

O presidente do Thalia, Vilmar Schultz, disse que o plantio de árvores já faz parte da tradição clube, que adotou há dez anos, um dia verde no mês de novembro em que são plantadas mudas de árvores na fazenda Thalia.

“Nós já plantamos mais de 20 mil árvores e não podíamos ficar de fora desse desafio das 100 mil árvores, em nossa cidade”, disse Schultz.

 

Conheça a história do clube

A Sociedade Thalia, fundada em 1882, tem sua origem ligada à colonização alemã. A Sede Centro, inaugurada em 1942, foi local de muitos eventos, como o Baile dos Estados, em 1956, com a presença dos governadores do Paraná, Moysés Lupion; e de Santa Catarina, Jorge Lacerda; ou o Baile das Nações, em 1960, com a participação de diplomatas poloneses e franceses.

Em 1957, quando a Thalia completava 75 anos, foi realizado o “Carnaval Diferente”.  Nos anos seguintes, vieram o “Carnaval Bossa Nova”, para adultos, e o “Baile da Brotolândia”, para menores de 18 anos. E a folia só terminava nas águas do repuxo da Praça Osório.

Ao longo dos anos o clube cresceu e ganhou novas sedes: a Sede Fazenda, com seus 117 alqueires, fundada em 1967; e cinco anos mais tarde, a Sede Praia, localizada em uma área de 3.500 metros quadrados.

O lançamento da pedra fundamental da Sede Olímpica data de 9 de abril de 1988. O projeto ocupa uma  área de 105 mil metros quadrados.

 

Participe do desafio das 100 Mil Árvores

Toda população pode colaborar com o aumento da infraestrutura verde da cidade. Os munícipes interessados em participar do projeto 100 Mil Árvores poderão retirar mudas produzidas pela Prefeitura no Horto Municipal da Barreirinha ou adquirir as suas próprias mudas.

Empresas, entidades, grupos, escolas, igrejas e associações também podem promover plantios comunitários. Dentro de áreas privadas, plantios podem ser feitos sem restrições. Quem quiser plantar em área pública, precisa pedir autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, para que haja escolha da espécie mais adequada para o local. Para mais informações, acesse o site 100milarvores.com.br.

Também participaram do plantio na Thalia, o vice-prefeito, Eduardo Pimentel; o secretário de Esportes, Lazer e Juventude, Emílio Trautwein; o diretor do departamento de Produção Vegetal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, José Roberto Rollof; o presidente do Sindiclubes – PR, Ali Tarbine; o presidente do Comitê Brasileiro de Clubes, Jair Alfredo Pereira, e o ex-presidente do Santa Mônica, Aniceto Zanuzzo.

Últimas Notícias

Dia do Tenista

Em homenagem ao Dia do Tenista, vamos celebrar o estilo e a resiliência! Seja nas quadras profissionais ou nos jogos amadores, encontramos a paixão por

Leia mais »

Parceiros

Entidades